NA ECONOMIA, TRINDADE CHEGA AOS 101 ANOS COM ABERTURA DE EMPRESAS, GERAÇÃO DE EMPREGOS E AUMENTO NA ARRECADAÇÃO

NA ECONOMIA, TRINDADE CHEGA AOS 101 ANOS COM ABERTURA DE EMPRESAS, GERAÇÃO DE EMPREGOS E AUMENTO NA ARRECADAÇÃO

Um marco importante para ser celebrado nos festejos pelos 101 anos de Trindade está na abertura de 1.726 empresas (CNPJs novos), de janeiro a julho de 2021. Além disso, houve o aumento de 23% na arrecadação de tributos em relação ao mesmo período do ano anterior.

São reflexos do envolvimento social em torno do Pacto pela Vida, que restringiu atividades, mas não estagnou a economia trindadense. Oito das empresas cuja instalação foi aprovada no primeiro semestre prometem movimentar R$ 53 milhões e gerar 778 empregos diretos e indiretos, em três anos.

Dados das secretarias municipais da Fazenda (Sefaz) e de Indústria e Comércio (SIC) relativos ao primeiro semestre, mostram um cenário de controle e evolução, o que permite à Prefeitura de Trindade planejar investimentos em saúde, educação e obras de infraestrutura como melhorias na pavimentação asfáltica, iluminação pública, entre outras.

Juntos, os tributos municipais (IPTU, ITU, ITBI, ISSQN e IRRF descontado em Trindade) registraram aumento de 10% na arrecadação em relação aos seis primeiros meses do ano passado.

No caso do IPTU, com 16,22% acima da arrecadação do mesmo período do ano anterior, houve prorrogação de prazos para ajudar o contribuinte.

Ao mesmo tempo em que prestou mais de 7 mil atendimentos para microempreendedores, por meio de parceria do Balcão Sebrae, a Secretaria de Indústria e Comércio encaminhou jovens para mais de 3 mil vagas em cursos do próprio Sebrae, Senac, Senai, Senar e da Escola de Governo.

Na outra ponta, a pasta tem oferecido apoio para médias e grandes indústrias que queiram investir em Trindade. Entre pareceres técnicos e administrativos, visitas e fiscalizações, formalização para novas empresas, por exemplo, a área realizou 815 procedimentos, de janeiro a julho.

No Pacto pela Vida, a Secretaria de Indústria e Comércio foi a responsável por alinhar o empresariado à Prefeitura de Trindade na elaboração dos decretos relativos à pandemia, coordenando o diálogo que levou à construção de medidas que mitigaram os impactos no setor produtivo.

As empresas, inclusive, se sensibilizaram e doaram à Prefeitura de Trindade, de forma isolada ou por meio de suas representações (Sesc, Senac, Fecomércio, Fieg, entre outras), toneladas de alimentos destinados às pessoas em situação de vulnerabilidade durante a pandemia.

Esse clima de construção coletiva do equilíbrio econômico, coordenado pessoalmente pelo prefeito Marden Júnior, foi percebido nos dados da Secretaria da Fazenda. Ela registrou, por exemplo, uma arrecadação de Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) superior ao mesmo semestre do ano passado, apesar de o período ter sido o auge da pandemia.

Também houve aumento de 25,28% nos recursos recebidos da União e do Governo do Estado, tais como FPM, ITR, IPVA, ICMS e IPI.

A Secretaria de Indústria e Comércio acompanhou o processo de imunização de 1.144 trabalhadores de indústrias de Trindade, realizado pela Secretaria Municipal de Saúde, sob acompanhamento do Grupo de Operações de Emergência em Saúde (GOE).

Com várias iniciativas afins às da Secretaria de Indústria e Comércio, a Agência Municipal de Trabalho e Geração de Emprego divulgou a oferta de 355 vagas existentes em empresas e instituições. Também recebeu centenas de currículos e conseguiu empregos para 166 pessoas no mercado de trabalho no primeiro semestre.

Para requalificação de mão de obra, a Agência ofereceu sete cursos presenciais no primeiro semestre, com 135 vagas abertas. Foram disponibilizados, ainda, 68 cursos de cinco modalidades on-line em parceria entre a Agência e a Fundação Bradesco, e outros nove com o Senac.