TEMPORAL DE DOMINGO CAUSOU DANOS EM PRÉDIOS PÚBLICOS E HISTÓRICOS DE TRINDADE

TEMPORAL DE DOMINGO CAUSOU DANOS EM PRÉDIOS PÚBLICOS E HISTÓRICOS DE TRINDADE

Telhados do Mercado Municipal e da Casa de Cultura foram parcialmente danificados. Calha do Museu da Memória transbordou e administração da Secretaria de Esporte e Juventude pegou fogo após curto circuito no final da tarde de domingo. Atendimento na secretaria está sendo apenas presencial

Um curto circuito destruiu parcialmente a sede da Secretaria Municipal de Esporte e Juventude, no Parque Lara Guimarães. O problema pode ter sido causado por raios que caíram durante as fortes chuvas que atingiram Trindade no final de semana, danificando também o Museu da Memória, a Casa de Cultura e o Mercado Municipal.

Por causa do incêndio, o atendimento no escritório da Secretaria de Esporte foi afetado e por enquanto só pode ser feito presencialmente. Todas as demais atividades e projetos da secretaria permanecem normais, segundo a titular da pasta, Luana Martins.

Ela conta que o Corpo de Bombeiros de Trindade atendeu a ocorrência rapidamente na tarde de domingo, mas parte do mobiliário, impressora, telefone e outros itens ficaram destruídos. Como o local passava por obras de ampliação, ela destaca que a equipe da Divisão de Engenharia da Prefeitura fará uma avaliação dos danos para determinar reforma ou reconstrução do espaço danificado pelo fogo.

Mais danos

A intensidade das chuvas também causou danos no Museu da Memória, onde a calha não suportou o grande volume e transbordou, e na Casa de Cultura Beco dos Aflitos, onde o telhado cedeu parcialmente.

O secretário de Turismo e Cultura de Trindade, Warley Lopes, explica que os locais atingidos não serão fechados, mas os acervos serão protegidos para que as obras de arte e peças históricas não sofram danos até que a Divisão de Engenharia faça os reparos.

No Mercado Municipal também houve danos no telhado em alguns pontos. Estes pontos foram isolados, segundo o secretário municipal de Indústria, Comércio e Serviços, Gustavo Queiróz, mas sem exigir o fechamento das salas comerciais que funcionam no local. De acordo com ele, o prefeito Marden Júnior já determinou que o telhado seja reparado.